Bem-vindo

Bem vindo ao site do Grupo de Sistemas Complexos do Instituto de Física da Universidade Federal Fluminense. O grupo de Sistemas Complexos do Instituto de Física da UFF já tem tradição como um dos mais importantes em simulações de sistemas estatísticos, no Brasil e no exterior, tendo já formado vários pesquisadores que ocupam posições em várias instituições de pesquisa no país. O caráter interdisciplinar do grupo é um fator de atração de estudantes, tanto do Brasil quanto do exterior, em especial da América do Sul. Já há vários anos que o grupo se reúne semanalmente para apresentação e discussão do andamento de seus vários projetos de pesquisa.

Novidades

Novo Doutor

O estudante de doutorado Angelo Mondaini Calvão defendeu sua tese intitulada “Estudos de Sistemas Dinâmicos não lineares: Pêndulo Duplo, Batimentos Cardíacos e Coletivos de Animais”. A defesa ocorreu no prédio do Instituto de Física, Campus da Praia Vermelha, no último dia 19/02/2014. O orientador foi o Professor Thadeu Penna. Parabéns Angelo!

2014/02/24 10:00 · Nuno Crokidakis · 0 Comments · 0 Linkbacks

Seminários

Global response of sudden changes in the interface growth dynamics

  • Data: 01/09/14 às 11:00 h
  • Local: Sl A5-01
  • Apresentador: Thiago Albuquerque de Assis - UFBA

Resumo: The global effects of sudden changes in the interface growth dynamics are studied using models of the Edwards-Wilkinson (EW), Kardar-Parisi-Zhang (KPZ) and Villain-Lai-Das Sarma (VLDS) classes during their growth regimes in dimensions d=1 and d=2. Scaling arguments and simulation results are combined to predict the relaxation of the difference in the roughness of the perturbed and the unperturbed interfaces, \Delta W^2 ~ s^c t^{-\gamma}, where s is the time of the change and t>s is the observation time after that event.. The previous analytical solution for the EW-EW changes is reviewed and numerically discussed in the context of lattice models, with possible decays with \gamma=3/2 and \gamma=1/2. Assuming the dominant contribution to \Delta W^2 to be predicted from a time shift in the final growth dynamics, the scaling of KPZ-KPZ changes with \gamma = 1-2\beta and c=2\beta is predicted, where \beta is the growth exponent. Good agreement with simulation results in d=1 and d=2 is observed. A relation with the relaxation of a local autoresponse function in d=1 cannot be discarded, but very different exponents are shown in d=2. We also consider changes between different dynamics, considering the KPZ-EW and KPZ-VLDS changes in which a faster growth, with dynamical exponent z_i, changes to a slower one, with exponent z. For KPZ-EW case, a scaling approach predicts a crossover time t_c ~ s^{z/z_i} » s and \Delta W^2 ~ s^c F(t/t_c), with the decay exponent \gamma=1/2 of the EW class. This rules out the simplified time shift hypothesis in d=2 dimensions. These results help to understand the remarkable differences in EW smoothing of correlated and uncorrelated surfaces. Finally, we verify that the approach may be extended to discuss the results for KPZ-VLDS case that may be viewed as a potential application.

2014/08/28 17:36 · Nuno Crokidakis · 0 Comments

Transições entre fases isotrópicas e nemáticas em sistemas de varetas rígidas em redes

  • Data: 25/08/14 às 11:00 h
  • Local: Sl A5-01
  • Apresentador: Jurgen Stilck - UFF

Resumo: Em um de seus trabalhos seminais, Onsager, em 1949, procurou responder à questão se um sistema de cilindros rígidos colocados em uma solução se ordenaria se a densidade fosse suficientemente alta, chegando a uma resposta positiva. Esse estudo é relevante para o entendimento dos cristais líquidos nemáticos. Posteriormente, variantes desse problema foram considerados por Flory e Zwanzig, entre outros. O modelo de rede, no qual as varetas são formadas por k sítios consecutivos na rede quadrada foi estudado por Ghosh e Dhar (2007), que concluíram que para k>=7 o sistema passa, a densidade crescente, de uma fase isotrópica para uma fase nemática, apresentando nova transição para uma fase desordenada a altas densidades. A solução do modelo em redes aleatórias do tipo Bethe apresenta uma única transição para k>=4, e simulações computacionais mais recentes permitem um estudo mais detalhado da transição de alta densidade nas redes quadrada e triangular. Finalmente, descreveremos resultados recentes obtidos pela técnica de matriz de transferência para uma versão polidispersa do modelo, na qual o número de sítios por vareta não é constante, que também apresenta uma única transição.

2014/08/25 10:48 · Nuno Crokidakis · 0 Comments

Parcerias

Apoio

Linkbacks

Use the following URL for manually sending trackbacks: http://complex.if.uff.br/lib/plugins/linkback/exe/trackback.php/start
start.txt · Última modificação: 2014/05/28 18:53 por nuno
CC Attribution-Share Alike 3.0 Unported
www.chimeric.de Valid CSS Driven by DokuWiki do yourself a favour and use a real browser - get firefox!! Recent changes RSS feed Valid XHTML 1.0